Durval Carvalhal

Fazer de cada queda um passo de dança.

Textos


A VIDA COMO ELA É


Durval Carvalhal


 
"O amor é cego [...] Toda panela tem sua tampa. [...] casais que parecem não encaixar bem um com o outro, mas mesmo assim se mantêm juntos e, sobretudo, felizes -o que é o mais bacana [...] o segredo também pode estar  na diversidade”.




Resultado de imagem




NÃO quero a morte
E muito menos má sorte;
Eu só quero uma vida
Riquíssima e cheia de vida.

II

É da natureza humana
Não aceitar o brilho
De gente tão bacana.
Esse é o grande empecilho
Para que gente leviana
Não seja feliz no seu trilho.

 III

Se bois diversos são bois;
Se tiranos diversos são tiranos.
Viva, ame, chore, ria... pois
Homens diversos são simples humanos.
Durval Carvalhal
Enviado por Durval Carvalhal em 23/09/2016
Alterado em 23/09/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras