Durval Carvalhal

Fazer de cada queda um passo de dança.

Textos


LULA, O MACUNAÍMA DA POLÍTICA BRASILEIRA

Durval Carvalhal



Resultado de imagem para foto e charge de lula
 


 
   O político não vale muito pelo que diz; mas, sim, pelo que faz ou fez. Dentro dessa ótica, Lula começou valendo ouro e acaba como ferro velho; foi o grande protagonista do saque e do desmonte do seu próprio país; vendeu sua alma à construtora Odebrecht, desalmou-se, é um vendilhão de si mesmo; tornou um bueiro em desnível.

    Um ambicioso que não conseguiu encontrar motivações nos valores da ética e da moral; 
gargalhou da honra e teve vergonha de ser honesto;
 um Macunaíma indolente, movido pelo prazer terreno, mundano; um herói sem nenhum caráter.

     Tornou-se mestre do desrespeito a autoridades do país e do seu povo. Velório é a última homenagem que se deve prestar a uma pessoa, mormente quando íntima. Pois bem! Nem na hora da última homenagem à sua esposa, o Macunaíma da política desvencilhou-se da indignidade. Pobre moço!
Durval Carvalhal
Enviado por Durval Carvalhal em 18/04/2017
Alterado em 19/04/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras